top of page

Síndrome da Morte Súbita Infantil - mitos e verdades. O que podemos fazer?

A morte súbita do lactente, também conhecida como Síndrome da Morte Súbita Infantil (SMSI) ou "morte no berço", é um evento trágico e inexplicável em que um bebê aparentemente saudável, com menos de um ano de idade, morre repentinamente durante o sono, sem uma causa óbvia identificada, após uma investigação médica minuciosa.


Aqui estão algumas verdades e mitos associados à morte súbita do lactente:


**Verdades:**


1. **Acontece principalmente durante o primeiro ano de vida:** A maioria dos casos de morte súbita do lactente ocorre em bebês com menos de 6 meses de idade, com um pico entre 2 e 4 meses.


2. **Maior risco ao fumar durante a gravidez e após o nascimento:** Fumar durante a gravidez e a exposição ao fumo passivo após o nascimento aumentam o risco de SMSI.


3. **Posição de dormir é importante:** Colocar o bebê para dormir de costas é uma prática recomendada e ajuda a reduzir o risco de SMSI. Deitar o bebê de bruços ou de lado aumenta o risco.


4. **Amamentação reduz o risco:** Bebês amamentados têm um risco menor de SMSI em comparação com aqueles alimentados com fórmula.


**Mitos:**


1. **Vacinas causam SMSI:** Não há evidências científicas que relacionem vacinas à SMSI. Na verdade, as vacinas protegem os bebês contra várias doenças potencialmente graves.


2. **SMSI é hereditária:** Não há evidências de que a SMSI seja hereditária, mas bebês de mães que já tiveram um caso de SMSI têm um risco ligeiramente aumentado.


3. **Asfixia é a única causa:** Embora a asfixia possa contribuir para alguns casos, a SMSI é uma síndrome complexa e multifatorial, e a asfixia não é a única causa.


Abordagens pelos pais no momento do quadro:


1. **Prevenção:** A prevenção é crucial. Os pais devem seguir as diretrizes de segurança para o sono infantil, como colocar o bebê para dormir de costas, manter um ambiente de sono seguro (sem travesseiros macios, cobertores soltos, etc.) e evitar fumar durante a gravidez e após o nascimento.


2. **Amamentação:** A amamentação exclusiva durante os primeiros 6 meses de vida é recomendada, pois pode reduzir o risco de SMSI.


3. **Acompanhamento médico:** É importante que os pais levem seus filhos para consultas médicas regulares e sigam o calendário de vacinação recomendado.


4. **Conscientização:** Os pais devem estar cientes dos fatores de risco e das práticas seguras para o sono infantil, e compartilhar essas informações com cuidadores, familiares e amigos que estejam envolvidos no cuidado do bebê.


5. **Monitoramento:** Utilizar um monitor de movimento respiratório pode proporcionar algum alívio aos pais que estão particularmente preocupados com a SMSI, mas é importante discutir essa decisão com um profissional de saúde.


É importante lembrar que, embora a SMSI seja assustadora e trágica, a maioria dos bebês dorme com segurança e não desenvolve essa síndrome. Os pais devem fazer o possível para criar um ambiente de sono seguro e seguir as recomendações médicas para reduzir o risco. Se um bebê apresentar algum problema respiratório, sono anormal ou outros sintomas preocupantes, os pais devem procurar imediatamente ajuda médica.

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page